Zico anuncia sua candidatura a presidência da Fifa para desespero de Del Nero

Hoje, o ex-jogador e ídolo do Flamengo Zico anunciou que irá disputar as eleição para a presidência da Fifa. Ele confirmou sua candidatura afirmando que se sente capacitado para o cargo. Bem, só falta a Fifa estar preparada para as idéias de Zico.

Blatter renuncia, mas Juca Kfouri ainda reclama pelos cotovelos

O dia no futebol mundial foi chocante pela notícia da renúncia do presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter. Ele reconheceu que não é respeitado por todo mundo depois que o escândalo de propina e corrupção que foi descoberto pelo FBI (PF dos States). O mundo comemora a sua queda, menos o Juca Kfouri, que está preocupado com o sucessor de Blatter. Juquinha, se acalma que tudo pode melhorar ou piorar dependendo do seu humor.

Blatter é reeleito como presidente da Fifa e faz dancinha para irritar a UEFA

Após ao escândalo de corrupção afetar a Fifa (organização que comanda o futebol). Joseph Blatter foi reeleito para um quinto mandato como presidente da entidade para o desespero da UEFA (confederação europeia de peladas). Pelo jeito, Blatter deve ter feito alguma dancinha para comemorar a sua vitória.

Marin é preso na Suíça para a alegria do Jorge Kajuru, Juca Kfouri, Lance e da ESPN

O FBI (polícia federal dos States) e a promotoria da Suíça iniciaram uma operação pega ladrão. Dessa vez, 7 dirigentes da FIFA (federação mundial de futebol) foram presos por causa de um esquema de investigação que envolvia empresas sediadas nos Estados Unidos. Tanto que o ex-presidente da CBF, José Maria Marin foi um dos detidos. A CBF afirmou que apoia as investigações enquanto Diliminha disse que todas as copas devem ser investigadas. Pelo jeito, jornalistas como Juca Kfouri e Jorge Kajuru além do pessoal do jornal Lance e dos canais ESPN estão felizes com esse glorioso dia.

O bode expiatório Beckenbauer

As recentes denúncias contra a FIFA por causa da controversa escolha do Qatar como sede da copa do mundo de 2022 fizeram a sua primeira vítima. O Kaiser e lenda do Bayern de Munique Franz Beckenbauer. Ele fazia parte do comitê executivo da entidade quando as primeiras denúncias começaram a ser investigadas em 2011.

Beckenbauer não foi a uma audiência da comissão de ética da FIFA. Por essa razão, ele foi suspenso por 90 dias. Tanto que o Kaiser anunciou que não virá ao Brasil para ver os jogos da copa. Isso mostra como a FIFA não sabe lidar com os escândalos de corrupção que envolvem a entidade.

Beckenbauer sempre teve uma conduta exemplar tanto como jogador quanto técnico e dirigente esportivo. Ele teve atritos na FIFA quando foi presidente do comitê organizador da copa do mundo de 2006 (disputado na Alemanha). Sempre tivemos uma esperança de bom homem na FIFA.

Suspender Beckenbauer é uma atitude de uma entidade que faz para dar alguma satisfação para a opinião pública. As recentes denúncias revelada pelo tablóide dominical britânico Sunday Times afirmam que o Kaiser teve um encontro com os representantes do Qatar cinco meses antes do anúncio da sede de 2022.

Beckenbauer está disposto a colaborar com essa investigação. Mas a FIFA não quer fazer uma operação mãos limpas dentro de sua arcaica estrutura de comando. Prova disso é a intenção de Joseph Blatter de se reeleger ao cargo de presidente pela quinta vez seguida. E o bode expiatório Beckenbauer continua sendo a vítima da vez.

Lei Geral da Copa foi aprovada pela Câmara, mas a canbrejina não.

A Lei Geral da Copa foi para pauta da Câmara dos Deputados e foi aprovado pelos parlamentares. O texto-base foi negociado por muito tempo por nossos parlamentares. Mas a parte importante do texto, a proibição da venda de bebidas alcoólicas (canjebrina, breja e afins) não foi aprovada, mas será discutido com a FIFA e as cidades-sedes. Isso só aconteceu com a liberação de verbas para os congressistas. Bem, a FIFA não vai reclamar nada.

FIFA e Planalto fazem DR sobre a Copa após as besteiras de Valcke

Após tentar se desculpar por ter usado o termo dar um chute no traseiro em uma entrevista na hora de criticar os atrasos na organização da copa de 2014 no Brasil. O secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke foi afastado da organização da copa de 2014 para por panos quentes entre a relação FIFA e Planalto. O presidente da entidade máxima do futebol, Joseph Blatter pediu desculpas pela declaração e quer se reunir com Dilminha para fazer aquela DR sobre a copa de 2014. Pelo visto, ambos terão muita coisa para discutir.