O triste fim do crocodilo

Ontem, os italianos soltaram os rojões. Mas não era por alguma comemoração de copa do mundo. Mas sim pelo fim de uma era na política italiana. Chegava ao fim o domínio do ex-premiê Silvio Berlusconi. Ele foi cassado pelo senado italiano por causa de sua condenação de fraude fiscal na compra de direitos de filmes para o seu grupo de mídia Mediaset. Isso foi um alívio para os italianos.

Durante vinte anos, Berlusconi dominou a política italiana com o seu discurso conservador após a queda da democracia-cristã por suas ligações com a máfia que foi denunciada pela operação mãos-limpas. Por tanto tempo, Berlusconi representou a direita defendendo amplas reformas econômicas que só trouxeram problemas para a economia italiana.

Tanto que Berlusconi foi agraciado com o título de Il Cavaliere ( o cavalheiro em italiano) por seus apoiadores e o apelido de crocodilo por seus adversários. Berlusconi é uma figura que se ama ou se odeia. Tanto por seus atos como um bufão ou por sua habilidade política de fugir dos processos judiciais que responde na justiça italiana que tanto acusou de servir a esquerda.

Mas a era Berlusconi chega ao fim políticamente. Mas ele terá que se defender de processos como fazer sexo com uma jovem prostituta de 17 anos durante as suas festas chamada de Bunga-Bunga. Ele ainda acusa os juizes de serem comunistas e no seu ato derradeiro, diz que a democracia italiana está de luto por causa de sua cassação do mandato de senador.

A democracia italiana não está de luto pelo crocodilo Berlusconi, mas sim feliz por se livrar de uma erva daninha como ele. Ontem, os italianos corretos foram dormir em paz. Eles viram que a justiça fosse feita contra o crocodilo Berlusconi. Agora, a Itália pode pensar no presente e planejar o futuro  sem ter a figura nefasta do crocodilo Silvio Berlusconi

Itália tem a sua nota de risco rebaixada e Berlusconi solta os cachorros.

A agência de risco Standard & Poor’s rebaixou nota de risco da Itália para AA pra A mesmo com pacotes de cortes de gastos sendo aprovados pelo parlamento. O premiê italiano Silvio Berlusconi reclamou do uso de critérios políticos para tal rebaixamento. Será que levaram em conta os bungas-bungas do Il Cavaliere?

Greve geral agita Itália e irrita Berlusconi.

Os italianos estão irritados com a crise econômica que afeta o país. Os trabalhadores fizeram uma greve geral contra os cortes de gastos promovidos pelo premiê promiscuo Silvio Berlusconi. Ele respondeu a greve com mais cortes. Tanto que um vilarejo italiano decidiu declarar independência de Roma por não suportar a imitação do Mussolini. Que maravilha!!!!!!!

Itália aprova pacote de austeridade e corta o Bunga Bunga de Berlusconi

Para evitar que seja a próxima vítima da crise fiscal que ronda a Europa. A Itália aprovou um pacote de austeridade de 79 bilhões de euros até 2014. Com isso, o governo reduz a sua dívida a zero. Será que o premiê berlusconi irá reduzir os gastos com as suas festinhas Bunga Bunga para ajudar o país?

Berlusconi toma uma surra em referendo.

O premiê italiano Silvio Berlusconi sofreu uma derrota histórica. Um referendo sobre a privatização do serviços de água, retomada do programa nuclear e a lei legítimo impedimento, que impede Berlusconi de ir aos processos que reponde na justiça; foi organizado nesse domingo e segunda. A coça de criar bicho foi tão forte que a oposição pede a cabeça do premiê. Será que ele vai fazer um Bunga-Bunga hoje?

Julagmento de Berlusconi é adiado, será que não gostou das juízas.

Hoje, os italianos veriam o premiê Silvio Berlusconi ser julgado em Milão por causas de suas festinhas envolvendo protistutas menores de idade. Só que o julgamento foi adiado por causa da ausência de Berlusconi no tribunal. Será que ele naõ gostou das juízas que irão julgá-lo.

Berlusconi vai a tribunal depois de 8 anos evitando a presença.

Ontem, o premiê italiano Silvio Berlusconi foi a tribunal em Milão para se defender no caso Mediatrade. Ele é acusado de fraude fiscal e apropriação indevida por causa de compra e venda irregular de direitos televisivos e cinemátográficos junto com o seu filho, Pier Silvio Berlusconi. Será que ele sai preso do tribunal?