Pagot solta o verbo na CPI do Cachoeira para o medo de petistas e tucanos

Pagot diz ter procurado empresas por doações à campanha de Dilma

Fonte: site Folha de S.Paulo

Pelo menos, alguém falou nesta CPI para contransgimento de petistas e tucanos. Será que algum parlamentar durmiu nesta sessão como nas outras vezes?

Assessora do video de sexo pode posar nua para delírio dos marmanjos e parlamentares

Após vídeo, assessora parlamentar pode ser capa da ‘Playboy’

Bem, se ela aceitar a proposta de posar nua.  Nós poderemos entender o alvorço em torno do video que ela protagonizou que deixou os nobres parlamentares mais clamos mesmos com tantas denúncias na CPI do Cachoeira

Video de sexo agita a CPI do Cachoeira do que as desculpas esfarrapadas de Perillo.

Vídeo de sexo de assessora parlamentar agita CPI do Cachoeira

Fonte: Portal F5

Poxa, será que este video está na internet? Isto é uma boa forma de acalmar petistas e tucanos. Ou de distrair os nobres parlamentares sobre as denúncias envolvendo o governador  Marconi Perillo (PSDB-GO). Assim caminha a CPI que não investiga nada.

Agnelo coloca a disposição o seu sigilo bancário para a CPI para escapar da forca

Hoje, o governador do DF, Agnelo Queiroz está prestando depoimento para a CPI do Cachoeira. Tão logo começou os depoimento. Ele já anunciou que coloca a disposição o seu sigilo bancário, fiscal e telefõnico. Ele afirma que sente vítima de uma perseguição política e criticou a imprensa. Bem, já vimos isso antes. Será que o depoimento do Queiroz é bom para curar a minha insônia?

Perillo se defende um entrevista a Folha. É um prévia do depoimento de amanha para a CPI.

Amanhã, o governador de Goías, Marconi Perillo (PSDB) prestará depoimento a CPI do Cachoeira para explicar a venda da casinha dele pro bicheiro Carlinhos Cachoeira por 1,4 milhão de reais. Hoje, ele deu uma entrevista para a Folha de S.Paulo dizendo que irá provar que a venda foi feita de maneira legal e deu aquela alfinetada no Lulão afirmando que a interferência do ex-presidente é uma mesquinharia. Bem, aguardemos a depoimento de amanhã.

Governadores de GO e DF são convocados, mas Perillo está enrascado.

A CPI do Cachoeira já convocou os governadores Agnelo Queiroz (PT-DF) e Marconi Perillo (PSDB-GO). Mas enquanto Sérgio Cabral (PMDB-RJ)  foi poupado. Perillo está mais ferrado do que nunca. Hoje, os jornais Folha de S.Paulo e Estado de S.Paulo revelaram as ligações dele com o contraventor Carlinhos Cachoeira. O Estado revelou que um assessor dele recebeu dinheiro do cachoeira para pagar a campanha eleitoral de 2010 enquanto a Folha comprovou que a casa que ele vendeu foi paga com cheques de um irrigada com dinheiro da construtora Delta. Ou seja, perillo vai ter que falar muito para limpar a barra.

Notas dos escândalos de Brasília.

Como nos ultimos meses,  o noticiario tem sido dominado pelo escândalo envolvendo politicos ligados ao contraventor Carlinhos Cachoeira. O Homo Causticus irá fazer um resumo da ópera bufa de hoje, com os desmentidos de Lulão. O depoimento do senador Demóstenes Torres no conselho de ética do Senado e outras encrencas vindas da capital de nosso país.

  • Fala Demóstenes:  O senador Demóstenes Torres (Sem partido GO) foi se defender das acusações sobre o seu envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Em depoimento ao conselho de ética da câmara alta (conhecida como Senado). Ele negou as acusações dizendo não ter qualquer participação na quadrilha do contraventor. Demóstenes afirmou que nunca fez lobby em favor de Cachoeira. Bem, ele falou pelo menos.
  • Lulão falou demais: Lulão está enputecido (tive que criar a palavra) com as recentes repercussões de sua reunião com o ministro do STF Gilmar Mendes no escritório de advogacia do ex-ministro Nelson Jobim em Brasilia. A reunião foi divulgada pela revista Veja (uma revista muita amada por petistas) e Lulão teria pedido a Gilmar Mendes para aliviar no julgamento do STF sobre o Mensalão em troca de blindagem na CPI do Cachoeira. Lulão diz que se sente indignado com tal matéria. E nós então.
  • Mendes solta o verbo e outras coisas: Gilmar Mendes tem comentado na imprensa sobre a reuniãozinha com Lulão. Ele diz que o tom da conversa foi ameaçador e confirma o que disse para a Veja. O anfitrião, Nelson Jobim diz que não vai comentar o assunto. Vai ver que ele não gosta de holofotes como o Mendes gosta.
  • STF em DR: Vários ministros do Supremo estão perplexos com caso Lulão força a barra com mendes. O presidente da corte, Carlos Ayres Brito já afirmou que o julgamento do mensalão está pronto e pode ser maracdo a qualquer momento. O ministro Marco Aurélio Melo achou estranho que tal conversa fosse divulgada só agora. Teremos uma bela discussão da relação na suprema corte deste país?
  • Os réus borrando as calças:  Segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo. Muitos réus do caso mensalão estão furiosos com Lulão por causa da conversinha ameaçadora que teve com Gilmar Mendes. Isso pode comprometer o lado deles no julgamento. Realmente, Lulão f*deu os mensaleiros.
  • Observação:  Até agora, a Carta Capital não iniciou ataques em represália a Veja. Teremos novidades do front há qualquer momento, caro leitor do Homo Causticus.