Terapeutas de fundo de quintal

Ultimamente, temos um aumento nos casos de transtornos mentais e comportamentais. Mas percebo um erro quando vejo as pessoas apelarem para o tal do autoconhecimento para tentar resolver seus problemas invés de procurar um terapeuta que possa lhe dar um conforto e não apenas fornecer uma receita de um remédio de tarja preta.

Eu vejo com uma preocupação. Não estamos falando dos tempos truculentos onde se tratava os doentes mentais com métodos arcaicos como eletrochoque ou locotomia. Muitos amigos meus estudam padrões de comportamento como uma forma de evitar o constrangimento de ir a um terapeuta segundo a sua visão. Só peço que eles façam uma reflexão.

Se um rei como George VI que tinha uma gagueira incontrolável encontrou forças ao consultar um terapeuta chamado Lionel Logue. Logue compreendeu as inseguranças do monarca e foi capaz de dar um tratamento que fosse eficiente e criar uma relação de empatia e amizade com George VI. Isso foi bem retratado no filme o Discurso do Rei, de 2011.

Mas os meus amigos consultam os padrões estabelecidos pelo psicanalista Carl Jung. Eu fico me perguntando se consegue pensar fora da caixa. Não ouvir os pitacos de outras pessoas e procurar um psicologo, psicoterapeuta e um psiquiatra. As pessoas confiam mais em um estranho qualificado do que um amigão palpiteiro que não entende de saúde mental.

Eu ouço os dramas dos meus amigos. Mas sempre quando posso. Peço que vai para um terapeuta. Porém, existe uma resistência em relação a lidar com problema pessoal dividindo suas dores e inseguranças com uma pessoa estranha. A vida destas pessoas precisam de um pouco de segurança diante de uma ponte de incerteza que um terapeuta de fundo de quintal não fornece.

Um comentário sobre “Terapeutas de fundo de quintal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s