O último partido que apague a luz do Planalto

A situação de nosso país é um pouco desesperadora. Imagino os jornais de amanhã dizendo que a saída do PMDB pode pavimentar o caminho do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Mas será que teremos uma tropa de choque de deputados e senadores capaz de defender a mandatária da nação nas próximas semanas de intensa negociação política no afã de evitar a sua queda?

A debandada de partidos aliados pode permitir que o pedido de impeachment possa ser aprovado pelo congresso em uma sessão conjunta da câmara e do senado. Mas nota-se que está havendo uma certa crise entre os partidos após a revelação da lista de pagamentos duvidosos feitos pela construtora Odebrecht nas eleições de 2014 e que causa calafrios no mundo político.

Se a operação Lava Jato se inspira em sua homologa italiana Mãos Limpas terá uma chance de ouro se decidir investigar todos os partidos. Isso causaria uma implosão no sistema político brasileiro e exigiria reformas necessárias para a economia brasileira além de uma ampla vigilância feita pelos cidadãos comuns que desejam um país melhor para seus filhos e netos.

Mas vivemos um tempo de crispação ideológica que tem efeitos nefastos no Brasil. O governo vai recorrer os fisiologismo de sempre oferecendo cargos para aqueles que não tem nenhuma habilidade em questões como saúde e educação. Para título de comparação. O então presidente Fernando Collor convocou notáveis e técnicos para sua derradeira equipe ministerial em 1992.

Estamos vivendo tempos onde a população questiona a democracia diante de uma picuinha ideológica. Sinto falta dos debates sobre políticas públicas ou a apresentação de uma agenda de ideias e propostas para os próximos anos. Estamos vivendo um deserto de inteligência. Mas para sairmos disso. Vamos ter que esperar que o último partido apague a luz do palácio do Planalto.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s