O personalismo latino-americano

A América Latina sempre foi designada como um cemitério de ideias por pensamentos antiquados que são considerados atrasados em outras partes do mundo como a insistência de líder em se perpetuar no poder além do tempo regulamentado pela constituição. A derrota do presidente boliviano Evo Morales no referendo que lhe iria permitir disputar um quarto mandato junto com os decretos de seu colega argentino Mauricio Macri refletem isso.

Morales quer ser um fiador das reformas que promoveu na Bolívia que permitiram o crescimento econômico de 4% ao longo de uma década. Macri edita decretos para abaixar os impostos e reduzir a regulação e controle imposto na era Kichner como uma forma de atrair investimentos. Ambos são personificados como o atraso ideológico no caso Morales ou um grande reformista em relação a Macri.

Os latinos-americanos precisam de uma boa dose de pragmatismo para que as reformas sociais e a modernização econômica precisam ser feitas sem as tintas ideológicas. Mas o grande problema é que tentamos nos inspirar em grandes feitos como o desmantelamento da máquina estatal no Reino Unido da era Thatcher ou abertura da economia para o capital estrangeiro adotado pelo líder chinês Deng Xiaoping.

O personalismo criou mitos que não resistem a uma revisão histórica como Perón ou Vargas. Eles eram tidos como os pais do pobres e criadores de um sistema trabalhista que estabeleceu uma relação entre patrões e empregados que segue inalterada mesmo sendo considerada antiquada para os tempos atuais onde as empresas querem menos custos com a mão de obra.

A América Latina não quer uma revolução violenta com a figura de um criador. A economia rejeita o populismo e a população paga pelos efeitos colaterais das medidas adotadas. Morales não vai ter um quarto mandato ou Macri vai ter que propor um amplo programa de reformas que possam ser aprovados no congresso argentino sem usar os decretos. Assim se encerra o personalismo latino-americano.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s