Por um humor engraçado

Nessa semana, postei um texto sobre a confusão entre o Pânico e os cosplayers. Preciso esclarecer que não tenho nada contra aos adeptos de tal estilo de vida. Mas conversando com os meus amigos. Percebi que o brasileiro demanda de um humor engraçado onde os humoristas tem falhado em tal objetivo.

O grande problema não está no politicamente correto ou incorreto. Mas sim uma falta de vivência e ter um senso de humor próprio. Muitos humoristas recorrem a imitar do Jackass até o Monty Python como uma forma de cultura antropofágica que não leva a nada e só mostra a falta de risos da nova geração.

É muito fácil criticar os humoristas. Mas precisamos apresentar uma alternativa a escassez de boas risadas e não propor um novo humor como fizeram muitos críticos de tv e intelectuais que gozam de posar como os formadores de opinião que apenas impõem seus gostos pessoais para as massas ignorantes.

Não vamos começar do zero, mas sim procurar o humor engraçado feito por Jô Soares e Chico Anysio para entender como era a dinâmica para poder criar uma evolução sem fazer uma ruptura histórica para apenas agradar os inteligentinhos que se acham as pessoas mais engraçadas do mundo.

Precisamos fazer um humor engraçado e não uma coisa engajada ou inconsequente. Isso vai exigir tempo e uma capacidade de dialogar com o público que precisa se identificar com as piadas e associa-las ao seu cotidiano com os problemas que tem que enfrentar todos os dias. Eles querem rir e não uma aula de sociologia. Entendam isso, humoristas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s