A hesitação britânica

Em agosto de 2013, o parlamento britânico foi convocado as pressas pelo primeiro-ministro David Cameron diante do fato do uso de armas químicas contra a população síria pelo ditador Bashar al-Assad. Mas as incertezas de um conflito armado fez que os parlamentares conservadores e trabalhistas rejeitassem o pedido de Cameron.

Em 2015, A França sofre o maior atentado de sua história e pede a formação de uma coalizão militar. O Reino Unido já afirmou que vai participar dos bombardeios na Síria para conter o avanço do grupo terrorista Estado Islâmico. Mas o problema esbarra no parlamento britânico.

Cameron está determinado a evitar outra derrota política em questões militares. Tanto que o secretário de defesa, Michael Fallon, foi procurar ajuda dos trabalhistas. Mas o líder trabalhista Jeremy Corbyn é um pacifista convicto e ainda não se decidiu se vai liberar seus parlamentares a votarem a favor da intervenção na próxima quarta-feira.

O grande problema é se o custo de uma operação militar que usa apenas bombardeios aéreos do que uma invasão terrestre possa destruir a estrutura do Estado Islâmico tanto no Iraque quanto na Síria. Em entrevista ao Andrew Marr Show (BBC One). Tanto Corbyn quanto Fallon não tinha certeza sobre as consequências de um bombardeio britânico na Síria.

A votação de quarta-feira pode ser um grande desafio para Cameron e Corbyn. Essa é primeira votação sobre assuntos militares do novo parlamento de maioria conservadora enquanto os trabalhistas estão divididos em torno de tal questão. A hesitação britânica atuando novamente como em agosto de 2013.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s