Big Blue Sky

Quando um vocalista de uma banda de rock se transforma em ministro do meio ambiente. Nós nos perguntamos sobre como uma pessoa que representou tão bem seus ideais nas músicas que cantou ao longo de sua carreira. Mas na função de um cargo político, tem uma série de problemas cuja a solução não é a melhor para tal situação que se encara de frente. Essa é a autobiografia de Peter Garrett, vocalista do Midnight Oil e ex-ministro do meio ambiente no governo trabalhista de Kevin Rudd.

Garrett era a personificação do vocalista engajado em um momento onde o mundo em que vivia a Guerra Fria e a Austrália ainda discutia questões como a relação com o povo aborígine em músicas como Blue Sky Mine, King of Mountain, Beds are Burning e Forgotten Years. Desde dos anos 1980, Garrett tentou uma vaga no parlamento australiano pelo partido do desarmamento nuclear por defender um mundo sem armas atômicas.

Mas quando os trabalhistas obtiveram a maioria no parlamento sobre a liderança de Rudd. Garrett foi destaque por ser um rockeiro que se tornou ministro de uma pasta tão importante como o meio-ambiente. Mas sua política de combate ao aquecimento global se provou um fracasso além da morte de quatro pessoas na instalação de isolantes que permitiam o controle de emissão de gases em casas de australianos.

Na autobiografia, Garrett critica a condução do governo feito por Kevin Rudd. Ele acusa o premiê trabalhista de megalomaníaco e vaidoso. Isso corrobora com as críticas feitas contra Rudd em recente biografia feita pela ex-primeira ministra Julia Gillard. Rudd é tido como um primeiro-ministro popular, mas não conseguiu fazer que o Labor Party conquistasse a maioria do assentos na câmara baixa e no senado australiano.

Mas Garrett como político é um excelente cantor. Gostaria de ver ele como aquela vocalista alto e de um jeito desajeitado de dançar de voltas aos palcos para cantar músicas como Read About It ou Put Down That Weapon ou fazer protestos contra o tratamento do governo com os aborígines como fez na festa de encerramento das olimpíadas de Sydney em 2000 deixando o primeiro-ministro conservador John Howard com vergonha e assim a Austrália agradece.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s