O liberalismo de Tim Farron

Hoje, os liberais-democratas encerraram a sua conferência anual com um discurso do novo líder do partido, Tim Farron. O novo chefe do partido tem árdua missão de reformular uma instituição que tem que preservar os valores liberais. Com as promessas de construir novas casas para os sem-tetos além de reformas na economia como controle do deficit fiscal nos anos 2017-2018 e combater a evasão fiscal de grandes empresas.

A conferência reforça a força dos LibDems como um partido que pode fazer a oposição tanto ao governo conservador do primeiro-ministro David Cameron quanto o líder da oposição trabalhista Jeremy Corbyn que defende o fim da austeridade fiscal imposto pelos Tories. Farron quer mostrar uma nova face ao liberais-democratas que tiveram uma experiência como parte da coalizão com os conservadores durante anos entre 2010 a 2015.

O novo líder liberal-democrata quer revitalizar o espírito liberal do partido que havia se perdido após os anos de coalizão com os conservadores após apoiar medidas impopulares como o aumento das mensalidades do financiamento universitário. Os liberais-democratas não conseguiram por em prática suas promessas que fortaleceram o papel de terceira via diante do bipartidarismo entre trabalhistas e conservadores.

A sucessão do partido foi feita sem sustos. Farron derrotou Norman Lamb em julho. Isso lhe permite fazer reformas no ideário que possam atrair os dissidentes do trabalhistas que não concordam com as ideias socialistas defendidas por Corbyn. Tim quer defender uma oposição cujo os LibDems aposta em uma nova doutrina focada para a economia de mercado além de criar uma situação onde o bem-estar social financiado por gastos governamentais

O LibDems vão defender a permanência do Reino Unido na União Europeia mesmo tendo apenas 8 MPs eleitos nas eleições gerais de maio. Farron quer colocar os liberais-democratas como uma oposição responsável para conter o socialismo de Corbyn ou nacionalismo escoceses representado pelo SNP que ainda defende um referendo sobre a independência. Estes os desafios do liberalismo que Tim Farron tanto acredita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s