Um debate acanhado

Neste segundo debate da noite, os dez candidatos republicanos fizeram duas coisas: criticaram Obama e Hillary Clinton. Enquanto se esperava um confronto aberto entre os favoritos Jeb Bush e Donald Trump. Vi um debate comedido em que os postulantes estavam estudando o comportamento de cada um invés de defender suas propostas para conquistar o eleitorado conservador ou o apoio da Fox News (que transmitiu os debates de hoje). Mas vamos a uma analise sobre este evento ocorrido hoje em Cleveland.

Se no primeiro debate da noite, o foco nos problemas domésticos. Neste segundo encontro foi focado em qual postulante possa representar bem o pensamento conservador. Ted Cruz e Marco Rubio pouco falaram sobre a imigração (ambos são de origem latina) enquanto Jeb Bush propôs uma nova lei  sobre a mesma e reconheceu o erro que seu irmão-presidente George W. Bush fez ao invadir o Iraque em 2003, mas com a ressalva de ter uma boa estratégia para fortalecer o país árabe após a queda de Saddam Hussein.

Rand Paul criticou Trump logo na primeira pergunta do debate que era caso um dos postulantes perca a nomeação, se ele disputaria a eleição presidencial como candidato independente (que é permitido nos Estados Unidos). Os âncoras da Fox News perguntaram várias vezes a Donald sobre suas ideias liberais, problemas com suas empresas além do fato de ter acusado os mexicanos de trazerem drogas e cometerem crimes nos Estados Unidos. Ele respondeu tudo de uma maneira histriônica e não convenceu o eleitor.

O silêncio dos governadores como Chris Christie, Scott Walker e John Kasich era nítido por eles não terem dito quais são suas intenções tão logo sejam eleitos. Mas Mike Huckabee defendeu os valores cristãos ao criticar o casamento gay e a inclusão de transexuais nas forças armadas. Ben Carson parecia um espectador de luxo por não ter ideias que confrontassem com o pensamento de seus adversários de primarias. Isso deixou o eleitor republicano bem confuso ao assistir o debate.

Esse foi o primeiro debate entre os candidatos republicanos. Mas que parece nítido para o americano é que eles defendem um Estados Unidos fortalecido moralmente para não ser vítima de cyber-ataques promovidos por russos e chineses. Além de criticar o acordo nuclear com o Irã. Se imaginávamos que teríamos uma disputa envolvendo Jeb e Trump. Estamos diante de um cenário imprevisível que só sera desenhado durante os próximos meses até a nomeação no ano que vem. Este é apenas o começo de uma longa jornada para a Casa Branca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s