Escândalo tira férias

O recesso parlamentar de duas semanas já começou em Brasília. Mas a pergunta que fica é se teremos mais bombas a serem explodidas pela operação Lava Jato. Se vimos a apreensão dos carros importados do senador Fernando Collor (PTB-AL) ou a denúncia sobre o pagamento ilegal de 5 milhões de dólares feito ao presidente da câmara dos deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Esse é momento em que os escândalos políticos tiram férias dos jornais, revistas, rádios, TVs e internet para o alívio da população.

Mas a população se pergunta quando agosto chegar se teremos um novo terremoto político diante das pressões políticas em cima da presidente Dilma Rousseff. Temos um mês mais explosivo na história recente de nossa república quando teremos protestos contra o governo no dia 16 de agosto, mesma data onde em 1992, a população foi as ruas para exigir o impeachment do então presidente Fernando Collor. Isso será de suma importância para a jovem democracia que reina neste país anárquico

A nação está mais atenta ao noticiário político do que nunca com as suas opiniões honestas que sempre manifesta nos comentários. Ainda temos que aturar os pensadores da elite e os porta-vozes do povo que protagonizam divergências sobre o rumo do país sem ao menos conversar com um simples ser humano normal. Os escândalos políticos produzem o cenário de cataclismo nacional em que vemos tais pessoas cultas mostraram um farto conhecimento sobre tais fatos, mas não esclarecem isso para a população.

Se temos as vozes da internet que pedem uma intervenção militar diante da corrupção deste governo. O recesso parlamentar podemos ter a tranquilidade de não vermos as manchetes contundentes da revista Veja. E assim podemos ter uma folga para as nossas mentes preocupadas com uma inflação galopante ou o ajuste fiscal prometido pelo ministro da Fazenda Joaquim Levy está conduzindo para por a economia nos eixos para podermos ir viajar nas montanhas para curtir o inverno.

O escândalo tirou as férias e só retorna ao noticiário diante de um fato novo que pode chacoalhar a vida política deste país giganto-tropical. Nós vamos ter que esperar a luta política dê uma trégua para que os políticos possam afiar as garras como afirmou Valdo Cruz na sua coluna de hoje no jornal Folha de S.Paulo. Mas será que uma crise política pode tirar um descanso para as mentes preocupadas deste país cheio de problemas sem soluções. Por enquanto, vamos curtir o recesso parlamentar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s