Intelectualoides e idioticidas

Não entendo este mundo tão hipócrita que vivo. Os intelectualoides celebram a proibição do Foie Gras e os processos das atrizes Camila Pitanga e Nathalia Dill contra a Playboy por exibirem fotos de cenas de nudez protagonizadas por elas. Enquanto os idioticidas pedem a intervenção militar e a cabeça de Zeca Camargo (não estou ao lado deste ser que demonstrou sua sinceridade contra a música sertanejo). Parece que a terra tupiniquim está paralisada por estes seres humanos não evoluídos.

O grande problema desta nação que não investe em educação e não estimula a inteligência é que vivemos uma guerra estúpida causa por esta visão bipolar. Não estamos na Guerra Fria. Mas pedir que os brasileiros tenham um senso crítico contra essa maldição deste século é uma missão difícil de ser feita. Enquanto este que vos posta fica lendo notícias sobre a espionagem americana na revista alemã Der Spiegel, vejo um oceano de burrices produzidas por brasileiros nas redes sociais.

Tem horas que me envergonho de ser um filho da pátria amada ao ver tal produção fordista de besteiras sem sentido nunca antes visto na humanidade. Eu não mudei a minha foto de perfil do Facebook para celebrar a liberação do casamento gay nos Estados Unidos e fui criticado por uma amiga que prefiro não citar o nome por isso. Agora, nossa nação de idiotas pedem a cabeça de internautas que fizeram brincadeiras com a moça do tempo do Jornal Nacional só porque ela é negra.

Os intelectualoides vão dizer que nosso país é racista enquanto os idioticidas vão acusar as elites pelo estado da nação. O Brasil precisa parar de ser uma criança mimada que precisa de uma babá porque os pais estão muito ocupados. Os brasileiros não sabem lidar com uma democracia. Somos uma nação de pessoas que precisam ler e estudar mais para entender este mundo complexo que vivemos. Mas parece que tais pessoas gostam de gritar e xingar do que fazer um argumento inteligente.

Nosso país precisa de uma mudança cultural onde a divergência e o pluralismo são a essência de uma nação democrática que sabe lidar com as opiniões tanto controversas quanto consensuais. Precisamos discutir, esclarecer e procurar entender os fatos do cotidiano. Não queremos um pastor que guie as suas ovelhas ou um pensador com as suas ideias para a nação. Isso é pedir muito para um Brasil que vive uma guerra tola entre intelectualoides e idioticidas em nossa sociedade hipócrita.

Anúncios

Um comentário sobre “Intelectualoides e idioticidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s