John Nash

Nos anos 1950, o mundo vivia uma Guerra Fria. Mas um matemático queria propor uma revolução no campo econômico através de seus cálculos. Ele se chamava John Nash. Nash era um prodígio da matemática. Tanto que foi capaz de criar a teoria do jogos, onde os comportamentos dos jogadores eram levados em conta para análise de decisões econômicas. John foi professor do MIT ( Massachussetts Institute of Technology) aos 30 anos de idade. Mas tudo mudou quando começou a sentir sintomas da esquizofrenia paranoide.

Seus delírios e alucinações foram agravadas pela disputa entre as superpotências Estados Unidos e União Soviética. Tanto que foi internado em hospitais psiquiátricos várias vezes contra a sua vontade nos anos 1970. Nash tinha uma grande companheira como sua esposa Alicia. Ela sempre ajudava John nos momentos agudos da esquizofrenia como uma forma de manter a sanidade mental do marido. Estes períodos de internação eram muito traumáticos para uma pessoa tão inteligente como Nash.

Terminado o período de internação, ele começou a dar aulas na universidade de Princeton. Isso ajudou a controlar os delírios que sofria da esquizofrenia através de uma rotina de trabalho. Sua cura feita por ensinar suas teorias para uma nova geração de alunos foi muito importante para a divulgação da teorias dos jogos e o ponto de equilibrio. Isso permitiu que ganhasse o prêmio Nobel de economia em 1994. Seu trabalho acadêmico foi reconhecido por revolucionar o estudo econômico.

Sua história virou um filme. Uma mente brilhante foi o ganhador do Oscar de melhor filme em 2001 tendo Russell Crowe como protagonista da película e interpretando Nash. John não gostava de sua cinebiografia por fazer muita ficção sobre sua vida. Ele não falava de sua esquizofrenia porque se sentia incomodado pela fama. Nash não levava em conta que a fita foi feita para um público leigo em suas teorias econômicas. Seu cérebro privilegiado sempre se preocupou com as contas de matemática.

John Nash e sua mulher Alicia morreram em um acidente de taxi quando foram ejetados por causa do impacto da batida do carro contra o muro de proteção. Se o mundo tem que agradecer as teorias criadas e aperfeiçoadas por John Nash. As homenagens que ele vai receber ao longo do tempo depois de sua morte serão um tributo a um homem que sempre viveu para a matemática. Um ser que enfrentou a esquizofrenia para ter uma vida normal. John Nash é um homem onde o enigma da vida era solucionado em uma simples equação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s