Mohammad Javad Zarif e John Kerry

Na história mundial, os personagens deste fatos sempre foram esquecidos por uma teoria onde impessoalidade era norma (coisa de teoria marxista). Mas ontem, o mundo foi capaz de ver que o dialogo é importante para evitar os erros históricos. Após 12 anos de contenda, Estados Unidos e Irã chegaram a uma acordo sobre o programa nuclear iraniano. Isso se deve ao amplo esforço de dois homens, o ministro de relações exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif e o secretário de estado americano, John Kerry.

Javad Zarif foi recepcionado como um herói nas ruas de Teerã por ter conseguido um acordo que não desmantela o desenvolvimento do programa nuclear local. Isso vai ajudar o país persa na melhora das relações com a comunidade internacional e ainda eliminar as sanções econômicas imposta pelas potências ocidentais. Mohammad é um reformista, mas foi muito hábil em impor condições e fazer concessões. As comemorações no Irã são justificadas pelo exito e confiança na população em seu ministro de relações exteriores.

Kerry é um senador democrata que tem problemas com falas em público. Ele foi candidato a presidente dos Estados Unidos em 2004 quando enfrentou George W. Bush e perdeu. Mas quando se pensa em um fracasso. John se fortaleceu como o presidente da poderosa comissão de relações exteriores do senado americano. Isso o alçou ao cargo de secretário de estado em 2013, quando teve que substituir Hillary Clinton. Ele conseguiu reverter isso ao ser um hábil negociador.

Irã e Estados Unidos não tem relações diplomáticas desde da revolução islâmica de 1979. Mas as longas conversas entre Javad Zarif e Kerry permitiram uma aproximação nunca antes vista na história mundial. Desde da reeleição de Barack Obama e a eleição de Hassan Rouhani. Os dois países adotaram um tom diplomático. O tom beligerante deu lugar a sensatez da mesa de negociações representadas por um esforço descomunal para se chegar a um acordo compreensivo para ambos os lados.

O acordo ainda precisa ser aperfeiçoado e questões técnicas terão que ser resolvidas até a conclusão de um pacto definitivo entre o Irã e as potências ocidentais que será ratificado no dia 30 de junho. O mundo respira aliviado com a demonstração de civilidade entre a nação persa e território americano. Mas precisamos ser cautelosos com os próximos passos que serão dados por ambas as partes. Se tem um longo caminho pela frente que será percorrido por John Kerry e Mohammad Javad Zarif.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s