A ascensão de Ted Cruz

A corrida presidencial americana começou em uma simples plateia de uma universidade do estado de Virginia. O senador republicano Ted Cruz anunciou a sua intenção de concorrer a presidência dos Estados Unidos e disputar as primárias do partido Republicano. Enquanto os favoritos como o ex-governador da Florida, Jeb Bush; o governadores de New Jersey, Chris Christie; e do Texas, Rick Perry; e os senadores Marco Rubio e Rand Paul não anunciaram oficilamente ou preferem a criação dos exploratory committees.

A surpresa do anúncio de Ted Cruz foi ter antecipado a disputa pela nomeação da candidatura republicana. Cruz nasceu no Canadá em 1957. Sua mãe é americana enquanto seu pai é cubano. Isso pode ajudar os republicanos com o voto latino, que tem sido decisivo nas últimas eleições em favor do partido Democrata com votos em estados importantes que elegeram o presidente Barack Obama. O senador texano de primeiro mandato é considerado um azarão, mas pode fazer estragos para os outros candidatos.

Principalmente com a disputa pelo voto latino. Cruz sempre foi membro do movimento conservador Tea Party e se elegeu senador em 2010. Mas com o enfraquecimento de tal grupo político e as sucessivas vitórias do partido Democrata no pleito presidencial reforçam o foco no eleitorado de origem hispânica, que tem tido uma vertiginosa ascensão social, mas sofre com problemas como preconceito e a intricada reforma no sistema de imigração que os republicanos no congresso não conseguem um acordo.

Se os republicanos tem muitos problemas mesmo tendo o controle do Senado e da Câmara dos Representantes. Os Democratas podem superar isso com a candidatura de Hillary Clinton. Ted Cruz pode mostrar ser um republicano moderado e firme diante dos destempero de senadores de seu partido como o colega Rubio, que faz muitas críticas ao regime autoritário cubano para agradar a comunidade latina que reside na Florida que desconfia da recente aproximação de Obama e Raúl Castro.

Ted Cruz quer mostrar o outro lado da comunidade latina que vive no Texas. Os problemas como a imigração e a entrada de drogas pela fronteira tem sido um grande problema para Democratas e Republicanos. Outra questão é a economia, onde os Republicanos não tem uma proposta clara de como manter os empregos nos Estados Unidos ou a trincheira do corte de impostos aos mais ricos. A plateia da universidade na Virginia quer crer que viram um futuro presidente dos Estados Unidos ou mais ser que ficou pelo caminho ao começar as primarias em janeiro de 2016 no estado de Iowa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s