Cid Gomes é demitido por falar demais

A situação política brasileira é pior do que rinha de galo. Prova disso é os esclarecimentos do ex-ministro Cid Gomes a Câmara dos Deputados quando falou que a casa baixa tinha mais de 400 achacadores. Ele defendeu o governo e apontou o dedo para o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Depois disso, Gomes levou um pé na bunda do Planalto. Será que ele terá que aprender a soltar o verbo com Joaquim Levy para não ser demitido pela Dilminha?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s