Eu e a política

Nos últimos meses, muitos amigos deste que vos escreve me perguntam sobre o que penso dos recentes escândalos de corrupção do governo. Parece uma situação de crispação política entre a base aliada e a oposição. Mas as pessoas querem as opiniões que lhe agradam invés de ouvir uma opinião diferente. Isso exige uma independência onde um simples articulista pode ser acusado de inquisidor ou um advogado do diabo ao mesmo tempo. Este é um duro trabalho de quem está no mundo da blogosfera.

Nosso país vive revoltado com o recente escândalo do petrolão; onde políticos, empreiteiros e executivos da Petrobras estão sendo investigados por vários crimes de corrupção. Todos querem uma punição diante dos bilhões desviados e a perda de dinheiro da ações da estatal na bolsa de valores. Isto exige uma ampla fiscalização da opinião pública. De colunistas que querem a cabeça da presidente até os defensores do lulo-petismo exigem isso ou culpam um ao outro por tais descalabros ao serviço público.

O Homo Causticus não escreve sobre política nacional faz alguns meses. Este que vos escreve exige que isso seja apurado de forma séria e que todos os envolvidos sejam punidos. Mas devemos fazer um debate sobre o futuro do país em meio aos escândalos políticos. Temos que olhar para frente e ver se as leis são cumpridas de forma exemplar por quem elegemos para os cargos de deputados, senadores e presidentes. Mas vivemos a era da crispação como disse o colunista Clóvis Rossi, do jornal Folha de S.Paulo.

Não sou um ser que vive escrevendo sobre a situação política do país porque tem muita gente que escreve melhor do que este ser que vos posta. Mas em momentos pontuais de nossa república. Tenho que escrever sobre este momento apocalíptico que estamos testemunhando. Mesmo sem pedir uma campanha de blindagem ou o impeachment da presidente. Queremos um Brasil melhor, mas isso é pedir demais para aqueles que adoram a crispação como forma de ganhar uns trocados ou ter muitos acessos em seu blog.

O trabalho do Homo Causticus é informar sobre o mundo e a humanidade sobre os fatos que ocorrem no país e no planeta. É como se fosse uma alternativa ao jornalismo atual ou aquele site que se diz independente, mas depende de uma boquinha do governo. O dever deste que vos escreve é ter bons textos para que o leitor tenha consciência sobre tais fatos para poder discutir com os amigos e parentes. Ou seja, vou ter que aturar as perguntas de conhecidos e desconhecidos sobre o futuro deste Brasil nos próximos meses.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s