Uma simples amizade

Nos tempos de Facebook, Instagram e Twitter. Parecia que as amizades estariam fadadas a uma extinção pela simples falta do contato pessoal. Mas sempre tem uma esperança ao final do túnel da incerteza. Isso exige apenas o certo realismo de ambas as partes das relações humanas. O fato de pessoas estão conhecendo mais e além de ter uma troca de afeto e cumplicidade permita que o ser humano tenha uma certa compaixão pelo próximo mesmo sendo um completo desconhecido do mundo real.

Como estabelecer uma relação de confiança com um desconhecido? Este enigma humano só é respondido quando nos arriscamos na incerteza de deste mundo. Tanto podemos acertar ou errar. Isso exige um profundo conhecimento e uma sólida intuição em favor do individuo. No momento atual, sempre teremos um espertalhão que possa explorar um incauto ser com sua lábia enquanto um samaritano se esforça para ajudar o semelhante com a palavra certa e criar um pacto de ajuda com aquele ser traumatizado com o planeta.

Por mais tenhamos boas intenções, o simples fato de criar uma amizade reforça a convicção que este mundo não está perdido em suas fraquezas e vícios. Tanto a palavra da bíblia quanto a vã filosofia nunca compreenderam a relação humana e suas nuances. O ser sempre foge dos dogmas e doutrinas para ter uma vida livre arbítrio e com princípios que a experiência lhe ensinou nos melhores e piores momentos de sua vida. Isso não se ensina em uma igreja ou em sala de aula de faculdade.

Quando comecei a ter uma vida social no Facebook. Tinha apenas a restrição de conversar com apenas com quem conheci no mundo real. Meus primeiros amigos virtuais são pessoas que converso até hoje. A palavra sempre dita com afeto ou rigidez te faz uma pessoa mais preparada para encarar os desafios deste mundo. Os livros de autoajuda sempre pregam métodos para ser fazer adorado por todos, mas não te ensinam a encarar a rejeição ou uma certa desconfiança de seu semelhante.

Enquanto o planeta vira um palco entre o otimismo acelerado e o pessimismo catastrófico. As amizades ganham corpo quando você ir a padaria para comprar pão para a família ou ajudar alguém com problemas pessoais. Isso exige paciência e honestidade ao mesmo tempo. O ser humano tem o dever de compreender outro invés de jogar pedras por rejeitar algo por um simples moralismo hipócrita. O mundo precisa de seres prontos para trazer alívio ao sofrimento. Para isso que sempre pedimos acolhida de um amigo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s