Minhas rupturas

Tem horas na vida que decidimos por mudanças. Ter um novo planejamento sobre o que queremos em nosso trabalho e afins. Bem, nestas últimas semanas, passei deletando pessoas com as quais não tive química no facebook. Não foi por um simples ato de mesquinharia. Eu queria não atormentar a vida destes seres que mal se lembram quem sou eu quando inicio uma conversa. Dos 550 amigos passei a 395 colegas. Tai cortes na carne das relações humanas foram necessárias para tomar um rumo.

Mantive a amizade com as pessoas com quem tenho afinidades ou conviveu comigo ao longo de quase 27 anos de vida. Tive que repensar sobre como estava vivendo. O ápice da minha ruptura foi com o pessoal do MBTI, uma classificação de padrões de comportamento humano. É como se fosse nascer de novo. Mantenho amigos neste mundo. Mas precisava respirar novos ares além de conhecer gente diferente. Uma lição de vida que aprendi ao conviver com eles é que sempre estarão com você.

Meus amigos de MBTI sentiram a minha falta. Mas era o rumo que tinha que tomar. Nesses últimos meses, sai de vários grupos de facebook porque não me sentia bem. Não posso ser falso com eles. Tenho que ser honesto e sair destas entidades para ter um outro rumo. Meu amigos John Richard Allen (nome de premiê britânico) e Diego Araújo (um grande anarquista sensato) compreenderam isso. Minha amiga Angélica entendeu está nova fase da vida deste que vos fala por ser necessário.

Quando nos propomos a fazer uma ruptura, é necessário ter coragem para continuar no rumo certo. Nunca deveremos ser ingratos com aqueles que te ofereceram a mão em momentos difíceis da vida como o pessoal do grupo Nascar Só Para Fãs, com o seu dono buschinhista Junior Camargo e seu fiel escudeiro Luis Nieto (um grande enigma da humanidade saber como se pronuncia seu sobrenome). Tenho o dever de ser eternamente grato a estes caras nestes anos de facebook.

Mas tenho que continuar com minha jornada que precisa ser domada como um mar revolto cujo o capitão da nau tem de ser habilidoso e corajoso ao mesmo tempo. Mas para mim, minha missão já foi cumprida. Vou ter que encontrar um novo desafio para me manter vivo neste mundo tão cruel como complicado. Só posso dizer uma coisa a dizer para estas pessoas que conviveram comigo nos último quatros anos: obrigado pela confiança e um dia podemos nos encontrar neste enigma chamado vida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s