A derrota de Rajapaksa

Na madrugada de hoje, o Sri Lanka nos deu uma agradável surpresa. O presidente Mahinda Rajapaksa foi derrotado nas urnas por seu antigo aliado, o ex-ministro da Saúde Maithripala Sirisena. A vitória de Sirisena foi uma coisa inesperada pelo fato de Rajapaksa ser considerado um líder popular. Mas a sua tentativa de permanecer no poder a todo custo como mudando a constituição para permitir uma reeleição indefinida (ele estava disputando para um terceiro mandato e antecipou a data da eleição em um ano).

Rajapaksa foi capaz de terminar uma guerra civil que durava 20 anos no norte do país. Mas a paz entre a maioria sinhalese e as minorias tâmil e muçulmana não existia após a vitória militar do governo. Quando o Sri Lanka sediou a cúpula da comunidade britânica (ou Commonwealth) em 2013, o primeiro-ministro britânico David Cameron visitou a região, ele enfrentou os protestos de apoiadores de Rajapaksa. Cameron exigiu uma investigação internacional sobre o fim do conflito, mas Rajapaksa rejeitou isso.

A derrota de Rajapaksa reforça a sensação de novos ventos sopram na capital Colombo. Sirisena surpreendeu a política ao anunciar que iria disputar as eleições presidenciais. Muitos achavam estranho como um aliado tão forte pode sair do governo para disputar uma eleição. Mas a aposta de Sirisena deu certo porque ele prometeu mudar as leis que permitiam a eternidade de Rajapaksa e obteve o apoio das minorias tâmil e muçulmana. Seu discurso moderado foi capaz de cativar uma população.

O principal desafio de Sirisena é reconciliar a maioria sinhalese com as minorias tâmil e muçulmana. Os programas de ajuda as minorias feitos por Rajapaksa não deram certo além do fato que os abusos e violações dos direitos humanos continuaram após o fim da guerra civil. Isso vai exigir uma ampla discussão e além de Colombo aceitar uma investigação independente feita pela ONU sobre o término do conflito em 2009. A economia está indo bem e o novo presidente pode restaurar laços com outro países como o Reino Unido.

Sirisena está tomando posse neste momento. Rajapaksa já afirmou no twitter que vai colaborar em uma transição pacífica de poder. O novo presidente pode tirar todo o arcabouço criado pelo ex-mandatário. A população nutre expectativas que suas vidas possam ser mudadas quando o Sirisena estiver no comando da nação como foi prometido aos tâmeis e muçulmanos. Está vai ser uma grande tarefa para Sirisena para preservar a democracia e cumprir com a sua palavra. Coisa que Rajapaksa esqueceu de fazer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s