2014

2014, quando este ano começou. Nós discutíamos a copa do mundo e esquecemos as eleições. Eu torcia pela seleção alemã, mas fui contestado em uma webrádio. Mas eles foram campeões para a minha alegria. Depois disso, as eleições presidenciais onde todo mundo tinha um candidato perfeito, mas se esqueciam das propostas, idéias e afins. Mas no fim de tudo explodiu o Petrolão. E agora os brasileiros politizados começam a ser organizar politicamente para ter alguma proposta para o futuro.

2014 viu a esperança da democracia na Ucrânia enquanto o presidente russo Vladimir Putin tentava sabotar o processo de qualquer forma. As sanções econômicas não surtiram o efeito desejado. Mas a queda do Rublo depois do anúncio da Opep que irá manter o ritmo de produção de petróleo quebrou as pernas do Kremlin. Enquanto a Europa se recupera de uma crise econômica mesmo com a teimosia do premiê britânico David Cameron ou as reformas fracassadas feita pelo primeiro-ministro francês Manual Valls.

2014 viu como um vírus letal como o Ebola é capaz de criar traumas e problemas para um continente esquecido como a África. Os médicos em trajes protetores foram consideradas a personalidade do ano segundo a revista americana Time. Eles são os heróis desconhecidos que arriscam as suas vidas como uma forma de diminuir os estragos de uma doença que deixou mortes e famílias destruídas pelo caminho que nenhum filme de Hollywood pode contar está história sem se emocionar.

2014 foi um ano de um radicalismo crescente do grupo terrorista Estado Islâmico foi capaz de provocar medo ao ver jovens ocidentais se juntando a uma organização que não tem piedade de seus inimigos. Mas ao mesmo tempo, um sentimento de solidariedade irrompe o mundo combatendo este extremismo ao conscientizar que as ideias de grupos como o EI ou o nigeriano Boko Haram não vão nos curvar diante do princípio de um mundo justo começa a ser perseguido por palavras e não por armas.

2014 foi um bom ano para este blog. Começamos a cobrir o mundo com textos simples e terminamos tendo leitores ao redor do mundo. Através deste trabalho conheci pessoas que foram necessárias para ajudar neste ato de escrever sobre um planeta em constante transformação. Este que vos fala pode acompanhar o referendo escocês, as eleições em vários países do mundo, destrinchar o mundo esportivo e cultural com uma linguagem modesta e que todos possam entender o texto. Que venha 2015 e seus desafios.

Um comentário sobre “2014

  1. 2014 foi sem dúvida um ano de muitos acontecimentos, de todos os tipos. Para mim, foi o mais movimentado dos meus poucos anos de vida. Enfim, espero que o próximo traga muito também, principalmente pro lado positivo.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s