As promessas da Apple.

Apple goes to war with the BBC

Fonte: Daily Telegraph

Ontem, o programa Panorama (BBC One) mostrou que a gigante da computação Apple não conseguiu cumprir a promessa de melhorar as condições da trabalho dos empregados de seus fornecedores. Hoje, a resposta vem em um email enviado aos trabalhadores britânicos da companhia enviado por um executivo da mesma que critica a BBC. O estrago já foi feito quando tal reportagem mostrou a dura realidade daqueles que trabalham nas fábricas chineses ou nas minas da Indonésia, de onde vem a matéria-prima de Iphones, Ipads e afins.

A BBC fez o papel de investigar as violações de princípios impostos a Apple aos seus fornecedores e prestadores de serviço. Enquanto a empresa emprega mais de 300 mil funcionários nos Estados Unidos e 1 milhão em vários países do mundo como China e Indonésia. Ela não tem controle sobre o modo como esses trabalhadores estão sendo tratados nas fábricas chinesas ou na minas da Indonésia. Isso reforça a sensação de que a empresa se importa mais com o lucro do que o ser humano.

Em 2010, as denúncias de maus tratos a trabalhadores da fabricante chinesa Foxconn, onde 14 trabalhadores se suicidaram nas dependências da fábrica foi um sinal de alerta para a companhia, que teve que criar uma política de responsabilidade social e ambiental. Mas isso não vinha sendo cumprido por outros fornecedores como a Pegatron e as empresas que fornecem materia-prima como o Tin, que serve para as baterias dos Iphones, Ipads, Ipods, Imacs e o Mac Book Air.

O email do executivo da empresa afirma que o presidente Tim Cook está profundamente ofendido com as denúncias feitas pela BBC. Mas a pergunta que fica é como a Apple não pode responder as acusações feitas pela de rede de tv pública britânica fez ao longo de um documentário de 58 minutos exbido no horário nobre? Não vai ser com uma propaganda engraçadinha feita as pressas para tentar manipular a mente dos consumidores de gadgets que a companhia sempre criou nos últimos anos.

A denúncia da BBC foi soco no estômago para aqueles que acreditavam que a gigante americana conseguiu convencer seus fornecedores e prestadores de serviço sobre as vantagens de seguir o manual do politicamente correto. O consumidor comum vai ter que lidar com um dilema: vou comprar um Iphone porque todo mundo quer ter mesmo não sabendo dos horrores que os trabalhadores chineses passam para fabricar um simples aparelho? Bem, quem viu o Panorama não vai ter dúvidas sobre isso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s