A volta dos charutos cubanos

Montecristo é uma tradicional charutaria cubana. Todos os apreciadores de um bom charuto anseiam fumar um charuto lendário que é feito pela mão de obra de belas cubanas. Menos os americanos, que não fumam está marca desde do embargo econômico de 1962. Mas para os fãs do Montecristo, tal fumo pode voltar com o repentino anúncio da normalização das relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba feito pelo presidente americano Barack Obama no dia de hoje na Casa Branca.

Após a troca do cinco prisioneiros cubanos acusados de espionagem pelo empresário americano Alan Gross; que foi concretizada no dia de hoje. A mídia internacional se vê diante de um fato histórico. Estados Unidos e Cuba sê vêemc omo dois países que desejam resolver suas diferenças de forma madura. Mas sem os discursos inflamados de Fidel Castro ou a reação esnobe dos republicanos. Não se via uma reviravolta desta magnitude desde da visita do presidente americano Richard Nixon a China do líder comunista Mao Tse-Tung.

Tanto que a oposição republicana não demonstrou alguma crítica a este fato. Isso pode ser um duro golpe para o partido diante dos democratas nas eleições presidenciais de 2016. O fato do ex-governador da Flórida Jeb Bush anunciar que irá disputar as primárias republicanas pode ter apressado a decisão de Obama de anunciar está nova política em relação a Cuba. No lado cubano, com a promessa do fim do embargo econômico pode apressar a queda do regime comunista dos irmãos Castro.

A história foi testemunha quando a Alemanha Ocidental adotou a Ostpolitik formulada pelo chancelar social-democrata Willy Brandt nos anos 1970 que permitia uma aproximação com a Alemanha Oriental. Isto foi um enfraquecimento do regime comunista alemão-oriental ao longo dos anos 1980 até queda do muro de Berlim e a reunificação em 1990. Uma nova Ostpolitik adotada por Obama e Raúl Castro pode significar um exorcismo dos fantasmas da Guerra Fria que resiste a desaparecer em Havana.

Se a mídia cubana elogia Obama enquanto a Fox News deve estar criticando o presidente americano de forma visceral por seus âncoras-pensadores do conservadorismo americano. O gesto precisa ser tomado com cuidado. Não sabemos se Cuba é uma Alemanha Oriental ou uma China. A normalização das relações diplomáticas entre estes dois países americanos precisa ser feita de passos certos e concretos para ambos os lados. Assim, os americanos podem fumar um charuto Montecristo com tranquilidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s