A trilha sonora de Marco Antônio

Quando somos adolescentes. Vivemos um deserto de ideias, ideais e de cultura. Nós temos que conquistar o nosso espaço com o nosso gosto musical. A música é um sentimento que define a sua vida por mostrar algo que sempre buscamos em nossa passagem deste plano tão conturbado e impreciso. Conheço um cara chamado Marco Antônio, que ouvia melodias para organizar o caos de sua vida incompreendida.

Tudo começou aos 16 anos quando seu tio tresloucado Fred mostrou um álbum War, da banda de rock U2. A música que lhe fez abrir a sua mente foi New Years Day. Uma guitarra tão estridente feita por The Edge e uma voz muita poderosa como a de Bono Vox lhe mostraram que o mundo precisava de consciência diante de guerras injustas e o status quo tão preocupado em se manter do que fazer uma mudança em um planeta em constante transformação.

Aos 24 anos, Marco estava em uma fase difícil de sua vida adulta. Mas quando escutou a música In The Valley, da banda australiana Midnight Oil. Ele voltou as suas origens do qual tinha esquecido por causa da rotina chata e que lhe transformou em um ser mecânico e sem ideais. Foi assim que conheceu o amor de sua vida. Sophia adorava Golden Age, do mesmo grupo. Ambos trocavam ideias sobre o mundo e a humanidade.

A vida de Marco e Sophia foi maravilhosa. Eles não tiveram filhos porque rejeitavam a ideia. Mas sempre formavam um casal em que o amor e a cumplicidade era a tônica do relacionamento a dois. Ambos ouviam Overkill, do Men At Work nas madrugadas insones como uma forma de ter um convívio. Os sobrinhos adoravam os tios que sempre ficavam juntos e eram sempre leais as raízes musicais que criaram.

Eles envelheceram juntos em um futuro distante. Mas sempre se recordam de uma música do Tears For Fears, Shout. O casal encarou aquele mundo tão cruel quão medíocre através de sua resistência cultural. Marco e Sophia morreram juntos. Mas o maior legado de Marco Antônio foi a sua trilha sonora que foi preservada para as próximas gerações por seus sobrinhos que sempre lembram daquele tio doido por boa música.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s