As memórias de Desertenne: Os atos de De Gaulle

Como vou contar a história de minha vida? Eu sou Jean-Phillipe Desertenne. Trabalho para o governo francês como chefe do staff do Palais Elyseé. Estou neste cargo há mais de 50 anos. Posso dizer que fui um dos pioneiros da Quinta República quando tinha que lidar com o gigantismo de Charles De Gaulle e suas atitudes como um guerreiro gaulês contra o império bretão e sua função de quinta coluna dos Estados Unidos.

De Gaulle era um sujeito fiel a sua mulher, Madame De Gaulle e aos principios franceses. Ele preferia a Europa Ocidental do que fazer um tratado com os britânicos, mas sempre respeitava o seu grande amigo bretão, o primeiro-ministro Winston Churchill, companheiro de luta dos tempos da segunda guerra mundial que sempre estava disposto a ajudar a França Livre a conquistar o controle de Paris.

Ele não lidava bem com os sucessores de Churchill como Clement Atlee, Anthony Eden, Harold Macmillian ou Harold Wilson. Eles sempre queriam fazer parte de Comunidade Europeia. Mas o meu chefe gaulês mantinha o seu instinto guerreiro para vetar a entrada do Reino Unido. De Gaulle sempre fazia questão de visitar a Alemanha Ocidental para reafirmar sua amizade com o chanceler alemão-ocidental Konrad Adenauer.

Minhas lembranças ao ver o velho general era uma forma de presenciar a história diante dos meus olhos. Quando soube que ele sofreu um atentado da OAS porque estava preparando a França para independência da Argélia em 1962. Fiquei um pouco pasmo, mas sábia que o Citroën DS salvou a sua vida por causa de sua suspensão hidropneumática e junto com a habilidade do motorista que foi capaz de dirigir um carro com tamanha destreza.

Quando as manifestações de maio de 68 mostravam que os franceses tinha um desgaste com o velho general. Eu lembro quando propôs um referendo para a constituição, cuja a população rejeitou as mudanças. Ele decidiu sair de cena em 1969. Minha última lembrança foi a notícia de sua morte enquanto dormia. Para mim, era um sinal que minha vida deveria ser agradecida por ser um simples ajudante de Charles De Gaulle.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s