A despedida de Salmond

Sempre que alguém se despede de sua área de atuação. Uma festa é feita e tal pessoa faz um discurso de despedida onde sempre lembra daqueles que o ajudaram durante toda a sua carreira. O first-minister escocês Alex Salmond fez isso hoje durante a conferência do SNP, o partido nacionalista escocês. Ele havia prometido deixar a política antes do resultado do referendo da independência de 18 de setembro. Tanto que anunciou o nome da vice-líder Nicola Sturgeon como nova premiê.

O seu discurso de despedida, Salmond enalteceu os companheiros de partido como o secretário de finanças, John Sweeney e Nicola Sturgeon e disse que a Escócia irá se tornar um país independente. Ele afirmou que seu partido respeita o resultado do referendo onde 55% dos escoceses disseram não a independência. O first-minister questionou a atuação dos conservadores e trabalhistas durante o processo que negocia a transferência de poderes de Westminster para Holyrood.

As palavras de Salmond demonstra que os escoceses desejam ter o direito de ser respeitado. Um discurso que reforça o coro dos partidos nacionalistas como Plaid Cymru, de País de Gales e o partido Verde, que discutem uma aliança para as eleições gerais de maio de 2015. A descrença da população britânica na coalizão Tory-LibDem e a impopularidade do líder trabalhista Ed Miliband reforçam as projeções que nenhum dos três grandes grupos de Westminster terá a Overall Majority, ou seja a maioria clara para governar o país.

A ascensão de partidos como o eurocético UKIP e o nacionalista SNP mostra que Trabalhistas, Liberais-Democratas e Conservadores terão um trabalho difícil pela frente. Salmond prometeu eleger MPs escoceses no parlamento britânico. Isso pode causar dores de cabeça para Ed Miliband e David Cameron. O first-minister ainda fez a promessa de evitar a privatização do sistema de sáude publica local, o NHS Scotland, algo que vem sendo discutido pelos tories.

Em um momento de sua despedida da arena política, Salmond fez um discurso em que reforça a independência, mas promete vigor na cobrança das promessas feitas pelos unionistas durante a discussão do referendo. Os escoceses querem uma Escócia melhor. Mas isso exige uma ampla reflexão que o SNP deve fazer ao confirmar o nome de Nicola Sturgeon como próxima first-minister nos próximos dias. Este é apenas um desafio para o futuro do nacionalismo escocês sem Alex Salmond.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s